Manual para o uso não sexista da linguagem

sex

Desenvolvido pelo Governo do Rio Grande do Sul e publicado em 2014, este manual oferece condições para a compreensão das discriminações de gênero e, a partir daí, oferece opções para a transição a outro modelo de tratamento linguístico, com maior visibilidade das mulheres, no qual o uso do masculino não continua a legitimar a ideia já superada de superioridade de sexo.

Acesse aqui!

Compartilhe esse post:

Veja também

O esporte em defesa da vida

Manifesto e Agenda REMS 2030 – O Esporte em defesa da Vida

Pular para o conteúdo